Condicionadas a desejar mais…

by

Copa do Mundo, aborto, eleições, Durkheim, França, luta de classes, vegetarianismo, trabalhos da faculdade, desavenças familiares, doenças na família, tudo isso acontecendo e eu aqui, com a mesma questão, relacionamentos.

Devo admitir que a dobradinha Copa do Mundo e relacionamentos tem sido, para mim, bastante fortuita. Como passo a maioria do tempo com amigas mulheres e gays meu papo hetero acaba se tornando super limitado e a Copa do Mundo é um pretexto para conversas, trocas de telefones e acaba evitando aqueles constrangedores momentos de silêncio. Acho que ela deveria acontecer de 2 em 2 anos ou eu vou, definitivamente, escolher um time do coração.

Enfim, vamos ao que me atormenta! Através do papo ‘jogos da seleção’ passei meu telefone para inúmeros homens e acabei saindo com um. Logo após assistir ‘Orgulho e Preconceito’ pensei que um date seria ótimo. E foi o que aconteceu. Conversas no bar, beijinhos, troca de mensagens, ligações durante a semana. Tudo muito bom. Estava me sentindo em pleno século XVIII com saias um pouco mais curtas e motorizada.

Eis quando descobri um blog de um garoto que dá conselhos para garotas, e aliás, achei ele ótimo. Li vários posts, recomendo (http://www.manualdocafajeste.com) e me vi com a seguinte indagação. O que leva uma mulher, não mais virgem, que já transou com vários caras a ficar pagando de santinha?

Analisando criticamente essa consideração relembrei meus tempos de Sex and the City e pensei que algo deveria ser feito. O que fiz? Depilação (sim, aquela depilação) e coloquei uma lingerie caprichada. O resto vocês já imaginam. Acabei no quarto do garotão (não, não acabou por aqui).

Enfim… Agora resto eu aqui pensando que sim, sou uma garota moderna que transa legal e que não precisa se apaixonar pelo carinha que te come bem. Mas e o maldito desejo do quero mais? Parece que fomos condicionadas a ele. Sei lá. Relacionamentos. Como se já não bastassem as inúmeras pressões daqueles malucos dos professores do mestrado. Enfim… Vou voltar ao Durkheim e reunir as amigas para fofocar mais tarde.

Gritos e Ruídos de Gabriela

Anúncios

Tags:

3 Respostas to “Condicionadas a desejar mais…”

  1. melhorcalada Says:

    Acho que não sou “santinha” tb, e faço sexo no primeiro encontro, e isso não é o problema (sexo é sempre solução), mas a vontade de “quero mais” pode ser uma grande vilã, porque ela nem sempre explicita se a vontade é de “mais sexo” ou “sexo com el@” e é ai que eu coloco os pés pelas mãos… Depois de uma fase casamenteira, consegui encontrar novamente aquela melhorcalada perdidinha lá no fundo e a minha vontade de quero mais não é “Mais do mesmo” é “mais de todos” e vc?

  2. Lourdes Maria Says:

    depois dessa explicitação que somos todas umas putas por trás das convenções, acho melhor dizer que tenho nome de santa.

    mas essa ideia de que não é porque eu não sou mais virgem que devo ser puta, é papo de homem que só quer comer sem se comprometer.. e meu… depois eles saem por aí falando dos teus orifícios, dizendo que vc é sem vergonha, e é difícil arrumar marido com má fama..

    não é questão de ser pura.. é questão de padrões da sociedade, e não mais paciência pra ser revolucionária… e encalhada!!!

  3. Lourdes Maria Says:

    brincadeira.. a questão é que me falta homem pra tanto fogo.. eu sou do tipo de pessoa que não aguenta esperar um próximo encontro só pra fingir que sou santa!
    admiro as frígidas que consguem…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: